A final da Taça de Portugal de Rugby será disputada frente ao São Miguel a 05 de maio, na Bairrada. Foi um ambiente de grande nervosismo e entusiasmo aquele que se viveu no Estádio Municipal de Rugby de Arcos de Valdevez, no passado dia 21 de abril. Pelas 16 horas soou o apito inicial da meia final que colocou frente a frente CRAV e Guimarães.

A equipa arcuense era claramente favorita à vitória e foi isso mesmo que demonstrou ao longo dos 80 minutos de jogo, confirmando-se a sua supremacia no resultado final de 25-6.

Os pontos do jogo foram essencialmente marcados na primeira parte, como destaca o treinador do CRAV, Renato Rodrigues, “fomos melhores na primeira parte, marcando duas penalidades e dois ensaios, o que nos permitiu sair para o intervalo com uma boa vantagem”. Com esta vitória o CRAV garantiu um lugar na final que se realizará na Bairrada, no dia 5 de maio. O outro finalista é o São Miguel que bateu o Caldas por 15-17 na outra meia-final.

 

Sub-16 e sub-18 enfrentaram o GD Direito na Taça de Portugal

No dia 22, os sub-18 receberam o GD Direito num jogo a contar para a fase final da Taça de Portugal. O CRAV perdeu o encontro por 14-55 e entrou na competição com um resultado que pode vir a ser prejudicial para a luta pela disputa dos lugares cimeiros.

O encontro até começou bem para os sub-18 arcuenses que tiveram a oportunidade de inaugurar o marcador. No entanto, a equipa da casa começou a ceder aos poucos, cometendo algumas falhas que foram cruciais para que o resultado ao intervalo fosse desfavorável, fixado em 0-24. Na segunda parte, o CRAV começou por reduzir o marcador, mas a supremacia da equipa adversária era evidente. Com um rugby mais competitivo, os jogadores do Direito não permitiram que a equipa local tivesse qualquer pretensão de mudar o percurso de jogo.Por sua vez, os sub-16 receberam a equipa do Direito num jogo também a contar para a Taça de Portugal.

(CRAV/Imprensa)