O encontro entre o Sport Clube Vianense e o Vilaverdense, referente à 16.ª Jornada da série A do Campeonato de Portugal, terminou empatado a uma bola (1-1).

No rescaldo da partida, Miguel Mota considerou que o Vianense fez um “excelente jogo”, apesar das dificuldades criadas pelo primeiro classificado.

“Acho que foi um excelente jogo. O Vilaverdense é uma equipa muito bem orientada e muito forte, a classificação diz isso mesmo, e sabíamos que íamos ter aqui enormes dificuldades. Tivemos de baixar um bocadinho as linhas por força da qualidade do Vilaverdense, mas fizemos muito bem o nosso plano de jogo”, salienta Miguel Mota.

O Vianense inaugurou o marcador através de um grande golo do Mailó Cruz, ainda na primeira metade do duelo. No entanto, o empate chegou após o intervalo, numa bola parada em que, para o técnico, a equipa não estava bem posicionada.

“Conseguimos fazer um golo e acabamos por sofrer numa bola parada em que estamos mal posicionados. Depois andamos sempre a responder, sempre a tentar ir atrás da vitória que era o nosso objetivo”, esclarece.

O treinador admitiu que o empate soube a pouco devido à boa exibição da equipa, que poderia ter conquistado os três pontos em Vila Verde.

“Acaba por ser um empate, mas consideramos que, pela nossa coesão defensiva e pela forma como conseguimos transitar, se calhar a vitória assentava-nos bem”, refere o treinador.