Até dia 23 de abril, a Câmara Municipal de Viana do Castelo, através da sua Biblioteca Municipal, a iniciativa Contornos da Palavra. A 12ª edição da iniciativa, que iniciou hoje, tem como tema a “LIBERDADE” e decorre em formato presencial e digital.

O programa iniciou este sábado com o “Encontro de Bibliotecas Escolares”, para a comunidade educativa, e um conjunto de reflexões abertas à comunidade em geral sobre “Leituras para a Liberdade”. Toda esta programação é em formato digital.

Durante a semana, entre as 18h0 e as 20h, as “Leituras para a Liberdade” vão contar com a participação de conceituados nomes em torno da palavra. Dia 19 de abril, Francisco Moita Flores, escritor, e João Figueira, jornalista e professor Universidade de Coimbra, refletirão sobre a frase “Todos os seres humanos têm direito à liberdade de opinião e expressão”, prevista na Declaração Universal dos Direitos Humanos.

Dia 20 de abril, Carlos Fiolhais, cientista e professor na Universidade de Coimbra, e Ana Teresa Oliveira, da Escola Superior de Educação do IPVC, a partir das ciências exatas, refletirão sobre a frase «Os vírus são estúpidos; os vírus são cegos; os vírus não existem para contar histórias aos seres humanos», de Bernard-Henri Lévy.

A 22 de abril, Pedro Eiras, escritor e professor Faculdade de Letras da Universidade do Porto, e Pedro Seromenho, escritor e ilustrador, refletirão sobre a frase «Ninguém é livre, até os pássaros estão presos ao céu», de Bob Dylan.

A 23 de abril, Dia Mundial do Livro e do Direito de Autor, os escritores Richard Zimler e Ana Margarida de Carvalho vão refletir sobre a frase “A literatura é um processo de libertação e, por conseguinte, aspira à liberdade”, de Fernando Namora.

Para a comunidade escolar, do pré-escolar ao ensino secundário, das escolas públicas e privadas do concelho de Viana do Castelo, está programado um conjunto de sessões que contempla a presença de escritores, ilustradores, animadores da leitura e grupos de teatro, que, de forma presencial ou digital, levam à escola, em contexto de Semana da Leitura, uma outra oferta que enriquecerá os currículos dos diversos níveis de ensino, estimulando o gosto pelas aprendizagem e contribuindo para formação de mais e melhores leitores ao promoverem o livro e a leitura.

Desde 2010 que o Município promove esta iniciativa cultural que, em cada edição, procura proporcionar à comunidade vianense uma oferta educativa a partir de atividades culturais e formativas que contribuam para o enriquecimento pessoal e profissional de alunos, professores e comunidade em geral.