A Autoridade para a Segurança Alimentar e Económica (ASAE) apreendeu em Ponte da Barca 15 mil toneladas de mel por estar a ser vendido como português e ter proveniência estrangeira.

A apreensão foi efetuada pela Unidade de Mirandela da ASAE, que se deslocou ao local no âmbito de uma investigação que estava a ser conduzida por estes serviços, como explicou à Lusa fonte do organismo.

O alvo da investigação foi uma unidade de extração e processamento de mel do concelho de Ponte da Barca, “por suspeita de fraude sobre mercadorias e contra a genuinidade, qualidade ou composição de géneros alimentícios”.

Em comunicado a ASAE explica que “o produto apreendido destinava-se à exportação” e tinha sido “rotulado com referência à origem em Portugal (Produto Portugal).

A ASAE suspeita que “na realidade terá origem diversa fora do território nacional”.

Das 15 toneladas de mel apreendidas, foram recolhidas “amostras para serem sujeitas a análises químicas e organoléticas”.

A ASAE estima que a mercadoria apreendida teria no mercado um valor de 45 mil euros.

Foto: ASAE