Foi ontem apresentado aos membros eleitos da Assembleia Municipal de Viana do Castelo o livro “45 anos do poder local democrático”, obra que faz um balanço dos momentos mais importantes vividos pela Câmara Municipal de Viana do Castelo desde o 25 de Abril até à atualidade, numa referência histórica das últimas décadas.

Na Assembleia Municipal, o período antes da ordem de trabalhos foi substituído por um momento comemorativo dos 45 anos do 25 de Abril de 1974, com a intervenção de cada agrupamento político e a apresentação da publicação alusiva ao tema.

Na cerimónia, o autarca vianense, José Maria Costa, referiu que um dos grandes legados do 25 de Abril de 1974 foi a democracia plena e onde o poder local se assumiu como um dos grandes responsáveis da modernização do nosso país, tendo os seus autarcas, de diversas sensibilidades políticas, contribuído para um Portugal mais justo e mais coeso.

A obra deixa um registo das principais mudanças, realizações, projetos e factos que Viana do Castelo teve durante estes 45 anos, numa evocação do Portugal Democrático e da Revolução do 25 de Abril de 1974.

Para o autarca, este documento, dado o seu rigor e por apresentar documentos até agora apenas acessíveis a alguns, poderá facilitar a compreensão do nosso passado mais recente. José Maria Costa frisou que o Poder Local ainda constitui um fator de estabilização social, uma referência para a atenuação das desigualdades e um elemento de valorização dos territórios mais afastados dos grandes centros de decisão económicos e políticos.