Às 12h do primeiro dia do ano, o Agrupamento de Escuteiros 343 vai até à Praia Norte para o primeiro banho do mar. Este ano foram 38, os corajosos que enfrentaram as baixas temperaturas e mergulharam na piscina natural.

“Este ano atingimos o recorde. Em 28 anos de realização, foi o ano que conseguimos mobilizar mais pessoas, não só escuteiros, mas também pessoas amigas e conhecidas, que se querem juntar a nós”, explicava o dirigente do Agrupamento. Martinho Cerqueira enaltecia as centenas de espetadores que se posicionam no paredão da Praia Norte a assistir a uma das primeiras atividades do Agrupamento 343.

Ontem, dia 01 de janeiro, às 12h, a baixa-mar não permitiu que o banho fosse no mar. A organização optou pela piscina, por questões de “segurança”. “Normalmente, quando a baixa-mar não permite tomámos na piscina natural, que chamamos de enseada, mas este ano não estavam reunidas as condições de segurança. O muro de acesso está a desfazer-se e optámos por tomar não arriscar o acesso”, referia Martinho Cerqueira. Pedindo a que as entidades competentes possam resolver o problema para que na época balnear esteja tudo solucionado.

Quanto ao banho, Martinho Cerqueira garante que “não tenho conhecimento de que haja problemas de gripes e constipações” nas pessoas que mergulham nas águas frias da Praia Norte. Lembrando que “dá saúde” e “mentalmente faz muito bem”.

Este mês, o Agrupamento vai cantar as janeiras em conjunto com a paróquia e a 07 de março vão iniciar as comemorações dos 50 anos de atividade ininterrupta.

Fotos: Fcaebook Joaquim Lima