O presidente da Câmara de Viana do Castelo revelou na última terça-feira que a Comunidade Intermunicipal (CIM) do Alto Minho vai lançar em dezembro um concurso público internacional para a prestação de serviços de transportes públicos, durante três anos.

A informação é avançada pela agência Lusa, que dá conta da intenção da CIM do Alto Minho em avançar com essa medida para assegurar transportes nos 10 concelhos que a constituem tem a vantagem de pôr os municípios a definir as “regras” da prestação do serviço.

“Nós definimos as condições em que queremos que o serviço seja prestado, quer ao nível dos locais onde o transporte vai estar, da frequência com que passa”, explicou o autarca vianense, há dias, em reunião de executivo.

Luís Nobre destacou que, com este modelo, os municípios vão conseguir recolher um indicador importante e que atualmente não está atualizado, e que se prende com o número de utentes de cada carreira. “Com esse indicador podemos, com rigor, e após os três anos de prestação do serviço, avançar com um concurso público definitivo para atribuir o serviço de transporte público em todo o território municipal e distrital”, sustentou.