Amanhã, dia 15 de fevereiro, dois alunos da Escola Superior de Ciências Empresariais do Instituto Politécnico de Viana do Castelo vão partir para Marrocos numa missão solidária. A bordo de uma Renault 4L levam vários materiais escolares e alimentos. A partida acontecerá às 15h30.

Daniel Abreu e José Costa são estudantes e vão percorrer mais de oito mil quilómetros a percorrer ao longo de 11 dias com o objetivo solidário de ajudar crianças do deserto levando-lhes material escolar e alimentos.

Com partida e chegada a Valença, os dois amigos vão percorrer Espanha, França e Marrocos, numa iniciativa que junta 1506 viatura  4L e alunos entre os 18 e os 28 de todo o mundo. Os estudantes do Politécnico de Viana do Castelo são os únicos participantes portugueses na competição.

Ao volante da “4L Maria Alice”, nome atribuído à carrinha que vão usar no rali solidário, os estudantes vão transportar o material escolar e os brinquedos que recolherem junto de campanhas efetuadas na ESCE IPVC.

A 4l Maria Alice foi uma prenda do avô que Daniel restaurou ao longo dos últimos tempos.  Quanto ao nome com que batizaram a viatura, Daniel sublinha que “Maria é o nome português mais conhecido e Alice é por estar associado a pessoas que nunca desistem dos seus objetivos”.

Os estudantes contam a ajuda e apoio do Instituto Politécnico de Viana do Castelo que irá acompanhar diariamente o trajeto de Daniel Abreu e José Costa.

Raid 4L Trophy

 Trata-se do maior rali solidário do mundo que junta estudantes universitários sendo uma prova de orientação com recurso a bússola. Os participantes percorrem Marrocos de norte a sul, cruzando o deserto do Sahara e terminando em Marraquexe.

Enfants du desert

Para além da competição que esta prova tem associada há a componente solidária da iniciativa uma vez que os participantes vão distribuir alimentos, material escolar e brinquedos. Parte do dinheiro da inscrição na prova reverte reverterá para associações como a Enfants du desert e a 4L Solidaire, com o objetivo de “ajudar a construir salas de aula e casas de banho nas comunidades por onde passam. É ainda objetivo desta prova sensibilizar os participantes para as questões ecológicas e ambientais.