O Município de Arcos de Valdevez vai este ano, devido à pandemia do Covid-19, promover um programa alternativo para evocar o “Recontro de Valdevez”. Este ano será tudo feito apenas de forma online.

Desde 2016 que o Município de Arcos de Valdevez realiza no primeiro fim de semana de julho a Recriação Histórica do Recontro de Valdevez de 1141, numa celebração entusiasta deste importante momento da fundação de Portugal, levando até ao Paço de Giela muitos milhares de pessoas e múltiplos intervenientes, num evento único em Portugal e que conhece reconhecimento alargado dentro e fora de fronteiras.

Nos dias 04 e 05 serão colocados dois filmes sobre a edição 2019 da Recriação Histórica e durante a semana outros momentos, incluindo por exemplo o programa “Caminhos da História”, de Joel Cleto, dedicado ao Recontro e a Arcos de Valdevez e recente filmado, ou ainda os filmes “Afonso Henriques: o nosso primeiro Rei”, para o público infantil, e “O Corpo de Afonso”, o polémico filme/documentário de João Pedro Rodrigues, realizado em 2013, em torno da figura do primeiro monarca português.
Na vertente presencial, igualmente a partir do dia 04 de julho e até ao final do verão, será colocada no Paço de Giela uma instalação de grandes dimensões, que reproduz o painel de azulejos sobre o Recontro de Valdevez existente na estação de S. Bento no Porto, da autoria de Jorge Colaço, e onde de maneira informal e simples os visitantes são convidados a colocar um “azulejo”, que nos seus quase 500 exemplares construirá o total do painel; um outro motivo de visita ao Paço de Giela será também a escultura em escala natural de D. Afonso Henriques e do seu cavalo, que marca a primeira peça artística de um futuro parque de esculturas sobre o Recontro e o século XII, a construir na área envolvente do Paço.
Com este programa o Município relembra a importância do Recontro de Valdevez na vida da comunidade arcuense e o seu papel na História nacional, lançando e ativando ideias para as edições futuras da Recriação, que se espera possa ser novamente celebrada e vivida intensamente no verão de 2021.
“ ”
04 a 11 de julho 2020
0 j
Local: Paço de Giela
– “Reconstruir o Painel”; colocação de “azulejos” para construção de réplica do painel de azulejos sobre o Recontro existente na Estação de S. Bento (Porto), da autoria de Jorge Colaço; até ao final do verão.
– “Afonso Henriques revive no Paço”; apresentação de escultura em tamanho natural do primeiro monarca e do seu cavalo; escultura permanente.
Local: em www.cmav.pt
– 22h: Filme: “A Recriação Histórica do Recontro de Valdevez 2019: o Bafordo noturno”; realização de Martin Dale (2019).
0 j
Local: em www.cmav.pt
– 15h: Filme: “A Recriação Histórica do Recontro de Valdevez 2019: o dia e a noite”; realização de Martin Dale (2019)
0 j
Local: em www.cmav.pt
– 22h: Documentário: “Horizontes da Memória: Guerra e Paz em Valdevez”, de José Hermano Saraiva (1999)
0 j
Local: em www.cmav.pt
– 15h: Filme de animação: “Afonso Henriques: o nosso primeiro Rei”, de Pedro Lino (2011)
0 j
Local: em www.cmav.pt
– 23h: Documentário: “Caminhos da História: Arcos de Valdevez Onde Portugal Se Fez”, de Joel Cleto (2020)
0 j
Local: em www.cmav.pt
– 15h: Filme sequencial: “Passos do Paço e do Recontro”; CMAV (2020)
j
Local: em www.cmav.pt
– 22h: Filme: “O Corpo de Afonso”, de João Pedro Rodrigues (2013); M/12