A Assembleia Municipal de Viana do Castelo aprovou, por maioria, o Orçamento e Grandes Opções do Plano para 2021. Trata-se de um orçamento no valor de 114 milhões de euros (108,2 milhões da Câmara Municipal e 5,9 milhões dos Serviços Municipalizados de Viana do Castelo), que corporiza o apoio à população no âmbito do combate à Pandemia e o apoio à saúde da população.

Na proposta, já aprovada pela autarquia, é sublinhado que “neste momento difícil de pandemia, o Município de Viana do Castelo vai reforçar em 2021 os apoios às IPSS’s, para garantir a boa execução das candidaturas disponíveis no Programa PARES e PDCT para apoiar a construção e requalificação de equipamentos”, acrescentando que, neste âmbito, começará no próximo ano a elaboração da Estratégia Municipal da Saúde, articulando com a ULSAM as diferentes respostas, bem como campanhas de saúde preventiva e de vacinação. A Saúde tem também neste PAO um incremento importante no reforço da melhoria dos Cuidados de Saúde de Proximidade, com a construção de uma nova Unidade de Cuidados de Saúde na Meadela e a preparação dos projetos do novo Centro de Saúde de Alvarães e do Centro de Saúde do Litoral Norte.

Depois daquele que foi o “melhor ano de sempre de execução dos fundos comunitários, com cerca de 9 milhões de euros de execução”, o autarca de Viana do Castelo considerou que 2021 também será “um ano excecionalmente bom”. O documento tem em consideração o facto de as Transferências provenientes do Orçamento de Estado terem aumentado, atingindo em 2021 os 19,9 milhões de euros.