A Associação de Reformados de Viana do castelo recebeu ontem, dia 08 de abril, cerca de 20 viseiras oferecidas por António Lúcio Batista.

O médico e professor no Instituto Politécnico do Cávado e Ave (IPCA) integra o movimento “Corona Free”, que pretende equipar as instituições de saúde e socais de equipamentos de proteção.

O IPCA já produziu e distribuiu 10.000 viseiras de proteção individuais para os hospitais e unidades de saúde do Norte, bem como a outras entidades da área social e da proteção civil.

As viseiras foram desenvolvidas no Centro de Investigação em Inteligência Artificial Aplicada (2Ai) e validadas por uma equipa clínica do Hospital de Barcelos.

As viseiras foram produzidas nos corredores da instituição, onde estão instaladas as linhas de montagem, com a ajuda dos investigadores e de uma bolsa de voluntários do IPCA, bem como na empresa Lucemplast, que replicou também uma linha de montagem.