A AISCA – Associação de Intervenção Social, Cultural e Artística está a angariar fundos para a produção de 100 viseiras para os profissionais de saúde,  bombeiros e técnicos de farmácia.

A meta inicial, segundo fonte da Associação, é angariar 420 euros. “O objetivo é a produção de um lote de 100 viseiras individuais de proteção, que ficarão concluídas até ao dia 02 de abril, data em que serão distribuídas”.

Um segundo lote “está previsto para dia 06/07 de abril, caso se ultrapasse a meta inicial. A data de distribuição, está dependente da recepção dos materiais que constituem as viseiras e do tempo de impressão 3D das mesmas. Seria desejável que tudo estivesse disponível no imediato, mas como é sabido, o estado de emergência que vivemos, condiciona todas as entregas”.

As viseiras serão feitas através de impressão 3D e “são similares ao modelo RC1, criado pela Prusa. É um modelo lavável e reutilizável”.

A associação criou um IBAn para a campanha: IBAN PT50 0007 0000 0010 8521 2732 3.

O primeiro lote de 100 unidades está distribuído da seguinte maneira: 64  para o Hospital De Viana do Castelo. 12 para a Cruz Vermelha de Viana do Castelo. 12 para os Bombeiros Voluntários e 12 para os Bombeiros Municipais.

O segundo lote de 100 unidades está distribuído da seguinte maneira: 18 USF Terras da Maia; seis unidades para a Farmácia Moderna, Custóias. Cinco por cada Centro de Saúde e USF: Carreço, Gil Eanes, Viana do Castelo, Ribeira, Darque. E duas por Farmácia: Areosa, Carreço, Central, São Domingos, Simões, Moderna, São Bento, Manso, Abelheira, São Vicente, Branco, Coutinho, Barbosa, Jotania.