O Bloco de Esquerda questionou, há dias, o Ministério da Saúde sobre a retoma do serviço de radiologia do Serviço de Urgência Básica (SUB) de Monção, que está inoperacional há alguns dias.

“De acordo com denúncias que têm chegado ao nosso Grupo Parlamentar e noticiado na imprensa, o equipamento de raio-x está avariado há aproximadamente dois meses, causando transtorno à população local. Os utentes que necessitem de recorrer a este serviço têm de se deslocar aos serviços privados existentes no concelho ou deslocarem-se a Viana do Castelo, que fica a 80 quilómetros de distância”, explicam na missiva os deputados bloquistas.

Acrescentando que “esta situação é altamente penalizadora dos utentes que se vêm impedidos de aceder aos cuidados de saúde de proximidade de que necessitam e aos quais têm direito. O Bloco de Esquerda considera fundamental que sejam tomadas medidas para reparar esta situação rapidamente”.

Recorde-se que o Centro de Saúde de Monção integra a Unidade Local de Saúde do Alto Minho, e é dotado de Serviço de Urgência Básica, dando resposta a uma população que ascende às 20 mil pessoas residentes no concelho de Monção, Melgaço e Valença.