Telma Madeira, candidata a Miss Universo, na competição, que decorreu no último fim de semana e que foi uma das 16 mulheres mais bonitas do mundo, desfilou com uma capa pintada por utentes da Associação Portuguesa dos Pais e amigos do Cidadão Deficiente Mental (APPACDM).

A capa, usada no desfile de fato de banho, tinha motivos alusivos à depressão e ao bullying.

Recorde-se que Telma Monteiro foi a candidata escolhida para defender a “beleza nacional”, no concurso que decorreu em Nova Orleans, nos Estados Unidos.

A jovem, natural da Póvoa do Varzim, fala da concretização de um sonho.

“Quando tinha 15 anos passei por uma fase muito difícil e uma vez estava assistir o Miss Universo 2015 e lembro-me de o meu pai entrar no quarto e de me dizer que eu um dia iria estar naquele palco! Até bem há pouco tempo sempre achei que isso não seria para mim, mas Deus provou-me o contrário. A vida tem um propósito para nós! E nunca mas nunca deixem de acreditar em vocês!”, diz na página do Instagram.

 

Foto: Getty Images