A Administração Regional de Saúde (ARS) do Norte determinou hoje, dia 20 de março, que os cidadãos que regressem do estrangeiro, seja por carro, barco, comboio ou avião “têm de ficar em quarentena”.

No comunicado enviado às redações, a Delegada Regional Adjunta da ARS do Norte explica que “determino com efeitos imediatos, que todos os cidadãos chegados à região de saúde do Norte por fronteira terrestre, aérea ou marítima, provenientes do estrangeiro, independentemente da nacionalidade e do país de origem, permaneçam em isolamento profilático (de quarentena) pelo período de 14 dias a partir da data de entrada em Portugal”.

A medida, lê-se no comunicado, pode ser “alterada” mediante a evolução epidemiológica do coronavírus, Covid-19, na região.