O Governo vai reunir-se em Conselho de Ministros extraordinário esta segunda-feira, após o primeiro fim de semana de confinamento, e onde a pressão sobre os hospitais atingiu picos elevados.

Esta reunião poderá decidir a proibição de as vendas ao postigo, para evitar ajuntamentos à porta das lojas a quem foi dada essa possibilidade — os cafés e pastelarias. E ainda a abertura dos ATL para crianças até aos 12 anos.

O Presidente da República admitiu, ontem, um agravamento de medidas, considerando que o confinamento não está a ser levado a sério. E pressionou o Governo para que as medidas restritivas do atual estado de emergência sejam “ponderadas de semana a semana”.

“Pode ser necessário ir mais longe no fechamento de atividades que ainda ficaram abertas, se for necessário, como sinal à sociedade”, declarou Marcelo Rebelo de Sousa.