Vivemos um momento difícil, único, em que somos confrontados com algo novo, para o qual ninguém estava preparado.

Um tempo que tem sido revelador sobre nós, sobre o nosso ser e o próximo, o quanto valorizamos as coisas que antes tomávamos por garantidas depois de as não termos.

Um tempo novo, duro, uma lição, onde o inimigo invisível nem permite o último olhar, o último toque nos mártires desta “guerra”.

Um tempo que a comunicação social nos resume em três palavras; Vida, Social e Economia.

A nível local, na área da freguesia de Deão, freguesia com experiência reconhecida na área social, hoje demonstra a importância destes equipamentos e valências, não apenas na freguesia mas também a sua intervenção nas freguesias circundantes, actuando fundamentalmente nas freguesias que compõem a Comissão Social das Freguesias do Vale do Lima.

Hoje, com maior relevância, maior apoio neste momento difícil.

A freguesia de Deão neste momento único, de dificuldades, de que não há memória, está a saber reagir e agir em comunidade.

Nas valências do Centro Social Paroquial de Deão com o fornecimento de dezenas de refeições a quem mais precisa, principalmente aos idosos, no apoio ao domicílio; na alimentação, higiene e medicamentos, assim como na disponibilidade das restantes associações da nossa freguesia, a sua disponibilidade em contribuir para o bem comum, neste caso, a VIDA é de louvar, de sincero agradecimento.

Esperamos que apesar das enormes dificuldades que estamos a viver e ainda vamos passar, possamos no final, em consciência, dizer que tudo fizemos para salvar o bem mais precioso; a VIDA.

Que tudo aquilo que sentimos falta neste momento, será tudo aquilo que um dia teremos novamente, de uma forma diferente mas já não como garantido