O Rio Ave é um dos clubes mais competitivos na Primeira Liga, sendo um orgulho para o Desportivo de Monção defrontá-lo no Estádio Manuel Lima, na 3ª eliminatória da Taça de Portugal, que acontece no próximo domingo.

Embora sem público, o Desportivo de Monção pretende fazer deste jogo um motivo de “festa” e celebração do futebol. Nesse sentido, além da habitual hospitalidade e simpatia, caraterísticas dos monçanenses, é intenção da equipa monçanense, fundada em 1933, criar as melhores condições na receção ao Rio Ave.

Os balneários, espaçosos e funcionais, estão prontos para receber a equipa visitante. O relvado natural está a ser objeto de um profundo “rejuvenescimento”, encontrando-se, a alguns dias do encontro, em boas condições para 90 minutos, esperamos nós, de futebol corrido, disputado e equilibrado.

A “operação” no relvado do Manuel Lima está a ser efetuada pela empresa “RED Relvados e Equipamentos Desportivos”, uma das mais conceituadas em Portugal, com três décadas de experiência neste género de intervenções, assegurando um conjunto completo de trabalhos de manutenção.

 

Para não “castigar” o relvado, o Desportivo de Monção tem treinado no sintético do Parque Desportivo Municipal das Caldas e jogado sempre fora, em concordância com a equipa adversária. O último encontro no Manuel Lima teve lugar no dia 18 de outubro, vitória do Desportivo de Monção sobre o Lanheses, por uma bola a zero.