Ontem, dia 26 de maio, a Guarda Nacional Republicana (GNR) deteve dois homens, de 34 e 41 anos, por diversos furtos no interior de veículos e por posse ilegal de armas, no concelho de Arcos de Valdevez.

Em comunicado, fonte da GNR explica que a investigação decorria há seis meses “na sequência de diversos furtos ocorridos em interior de veículo”. Os militares envolvidos na operação “apuraram que os suspeitos arrombavam garagens com o intuito de furtar material relacionado com construção civil para o vender posteriormente a empreiteiros”.

Os suspeitos quando entravam nas instalações “furtavam todo o material que conseguiam, mesmo o que estava no interior dos veículos”.

Nas três buscas domiciliárias realizadas foram apreendidos 10 mil euros, duas armas de fogo, várias munições, duas armas brancas, telemóveis, relógios e diverso material de construção civil.

Um terceiro elemento, de 32 anos, foi identificado e constituído arguido por ser “suspeito de ter participado nos diversos furtos”.

Os dois detidos, com antecedentes criminais relacionados com furtos, foram constituídos arguidos e os factos remetidos ao Tribunal Judicial de Arcos de Valdevez