Ontem, dia 04 de março, dois jovens de 30 e 36 anos foram constituídos arguidos por furtos no concelho de Monção.

O Comando Territorial de Viana do Castelo, através do Posto Territorial de Monção, iniciou diligências após o furto “numa unidade hoteleira”. Os suspeitos foram localizados numa casa desabitada e “são também suspeitos de outros dois crimes de furto no concelho de Monção bem como de um furto de carteira no distrito do Porto”.

No momento da detenção possuíam uma bicicleta; seis telemóveis; duas carteiras; seis doses de haxixe e 170 euros em numerário.

Segundo a nota da GNR, “um dos suspeitos foi encaminhado por precaução ao Hospital de Viana do Castelo após ter sido medicamente assistido nas instalações do Posto Territorial de Monção por apresentar ferimentos num pulso que efetuou ao partir uma janela do estabelecimento comercial alvo de furto”.

“Os suspeitos com antecedentes criminais na Suíça, tendo já cumprido pena de prisão efetiva por crime de violência doméstica e outros delitos naquele país, foram constituídos arguidos e os factos  remetidos ao Tribunal Judicial de Monção. Foi ainda elaborado um auto de contraordenação pela posse de produto estupefaciente”, refere fonte da GNR.

A ação contou com o reforço do Núcleo de Investigação Criminal de Valença e o Núcleo de Apoio Técnico, da Secção de Informações e Investigação Criminal de Viana do Castelo.