A EDP irá marcar presença no MEO Portugal Cup of Surfing, um novo formato de campeonato criado pela World Surf League, que terá lugar nas praias da Ericeira, Peniche ou Nazaré, entre dia 28 de setembro e 02 de outubro. Este será um evento global, dividido por vários países, entre os quais Portugal e acontece antes do início do Championship Tour de 2021. Este campeonato vai contar com a presença do campeão do Mundo Ítalo Ferreira e o melhor surfista português Frederico Morais. Nas senhoras destacam-se a Teresa Bonvalot e Mafalda Lopes.

A EDP tem vindo a desenvolver diversas ações de responsabilidade social nos eventos que apoia. No âmbito do MEO Portugal Cup of Surfing, a EDP Comercial vai beneficiar quatro instituições de solidariedade social. Cada uma das IPSS vai receber meses de energia grátis consoante as pontuações obtidas diariamente na categoria “EDP Wave of the Day”, ou seja, estas IPSS podem receber até 10 meses de energia gratuita.  O objetivo desta iniciativa é apoiar estas instituições numa altura crítica para a sociedade.

As ações de responsabilidade social têm sido uma prática comum a vários eventos da EDP que, no início do mês, promoveu a iniciativa EDP Surf Experience, durante a qual ofereceu aulas de surf, yoga e workshops de pintura a mais de 200 crianças de instituições de solidariedade social.

Alinhada com os pilares da EDP está também a ação desenvolvida no âmbito do apoio da marca a este evento: A EDP vai também compensar a pegada de CO2 relativa à presença dos 24 surfistas presentes. Para simbolizar o momento, será entregue um certificado a todos os surfistas que participam no evento. Esta compensação inclui todas as viagens de avião, deslocações locais e estadias em hotéis.

A compensação de emissões de gases de efeito de estufa (CO2e) será efetuada através do investimento em projetos de sequestro de carbono em Portugal, nomeadamente a gestão florestal em áreas de Carvalho-Negral.

Instituições:

A escolha das instituições foi baseada na dispersão geográfica (Porto, Lisboa, Santiago do Cacém e Faro) e também no tipo de ajuda que prestam à sociedade, como o apoio a crianças, mulheres, jovens ou toxicodependentes.

– Centro Social Barredo – Porto – Localizado na Ribeira do Porto, suporta uma população muito carenciada. Para além do apoio em bens e serviços que disponibilizam às famílias carenciadas, também têm respostas na área da infância, nomeadamente creche, no âmbito da qual acompanhando cerca de 40 crianças na creche e cerca de 40/50 no pré-escolar.

– Associação O Ninho – Lisboa – Com o objetivo da promoção humana e social de mulheres vítimas de prostituição e de mulheres traficadas para fins de exploração sexual, a instituição foi estruturando os serviços de acordo com as necessidades sentidas, não só pelas mulheres, mas também pelos técnicos que as acompanham. O apoio a estas mulheres e respetivos filhos é feito através das respostas socias de acolhimento, oficinas de treino e aprendizagem de competências, acompanhamento social, apoio alimentar e não alimentar.

– Casa dos Jovens “O Farol” – Santiago do Cacém – Casa de Jovens “O Farol” é uma unidade de acolhimento de crianças e jovens em situação de risco e destina-se a crianças e jovens a quem foi aplicada uma medida de promoção e proteção. Desenvolve o seu trabalho nas áreas da saúde e bem-estar, integração escolar, desenvolvimento de competências pessoais e sociais, promoção da autonomia e integração na vida ativa.

– G.A.T.O. – Grupo de Ajuda a Toxicodependentes – Faro – Instituição Particular de Solidariedade Social, sem fins lucrativos, sediada em Faro, que desenvolve ações nas áreas da Prevenção Primária, do Tratamento e Reinserção Social.