A Escola de Ciências da Universidade do Minho (ECUM) celebra o seu 45º aniversário amanhã, sexta-feira, dia 21, pelas 16h, no restaurante Panorâmico do campus de Gualtar, em Braga. A sessão prevê as intervenções do reitor Rui Vieira de Castro e da presidente da ECUM, Manuela Côrte-Real.

O programa vai ter um formato diferente do habitual, ao assinalar o Ano Internacional da Saúde das Plantas com depoimentos de investigadores dos diversos departamentos da ECUM, mostrando assim como contribuem para os objetivos enunciados pela ONU, que dedica 2020 a este ano internacional. A iniciativa inclui ainda momentos de confraternização e convívio.

Criada em 1975, a ECUM é uma das maiores escolas da UMinho e desenvolve atividades de ensino, de investigação e de interação com a sociedade a partir dos campi de Gualtar, em Braga, e de Azurém, em Guimarães. Tem cinco departamentos – Biologia, Ciências da Terra, Física, Matemática, Química – e integra as seguintes subunidades orgânicas de investigação: Centro de Biologia Funcional de Plantas, Centro de Biologia Molecular e Ambiental, Centro de Ciências da Terra, Centro de Física, Centro de Matemática, Centro de Química e um polo do Laboratório de Instrumentação e Física Experimental de Partículas. Assegura 11 cursos de licenciatura, 14 mestrados e 11 doutoramentos, sendo a qualidade do ensino e investigação suportada por 182 docentes de carreira, todos doutorados, 12 investigadores contratados e 40 trabalhadores técnicos, administrativos e de gestão.