Após reunião com Presidente da Junta de Freguesia de Lanheses e o Comandante Territorial da GNR de Viana do Castelo, e no que respeita à área de intervenção e às missões que estão atribuídas a este posto, o executivo Municipal propôs ao Ministro da Administração Interna a construção de um novo posto da Guarda Nacional Republicana em Lanheses.

No entender do executivo, este posto, que no momento abrange 11 freguesias, já não consegue dar resposta aos desafios atuais e futuros que estão sob a alçada da GNR, propondo assim, a Eduardo Cabrita, Ministro da Administração Interna, a construção de um novo posto territorial da GNR na área de Lanheses, tendo o Município se mostrado disponível para fornecer o terreno necessário para a instalação do novo equipamento, bem como uma comparticipação financeira de 50% para a construção.

Para o executivo vianense, a segurança das pessoas e dos bens é de imperial importância, podendo ler-se na proposta que “o Município de Viana do Castelo considera essencial assegurar e promover a segurança interna das populações, bem como apoiar as boas condições de funcionamento e operacionalidade do Posto Territorial da GNR em Lanheses, atendendo a que as atuais instalações são precárias e já não asseguram as melhores condições operacionais e logísticas para as missões da GNR”.