A fronteira da Madalena, no concelho de Ponte da Barca, vai ser reaberta a partir da próxima terça-feira, dia 02 de março. A informação foi hoje dada pelo Ministério da Administração Interna (MAI).

Em comunicado, fonte do MAI explica que na sequência do diálogo com os autarcas dos municípios raianos e da articulação permanente entre os governos de Portugal e de Espanha, o controlo de pessoas nas fronteiras terrestres e fluviais vai manter-se até ao dia 16 de março, tendo sido decidido acrescentar mais dois Pontos de Passagem Autorizados (PPA) – Ponte da Barca e Vinhais, que funcionarão nos dias úteis entre as 06h e as 09h e as 17h e as 20h.

A circulação entre Portugal e Espanha continua limitada “ao transporte internacional de mercadorias, de trabalhadores transfronteiriços e de caráter sazonal devidamente documentados, e de veículos de emergência e socorro e serviço de urgência”, refere o comunicado.

No novo período do estado de emergência, a circulação ferroviária transfronteiriça continua a estar suspensa, exceto para transporte de mercadorias, bem como o transporte fluvial entre Portugal e Espanha.

Estas limitações não impedem, no entanto, que a entrada em Portugal de cidadãos nacionais e de titulares de autorização de residência em Portugal, bem como a saída de cidadãos residentes noutros países, lembra o MAI.

Neste momento no Alto Minho só existe um ponto de passagem a funcionar 24 horas por dias, em Valença. Em Monção e Melgaço a passagem é autorizada  nos dias úteis entre as 06h e as 09h e as 17h e as 20h.

O Governo vai hoje anunciar as medidas para novo período de estado de emergência, a vigorar entre 02 e 16 de março, depois de o Presidente da República, numa declaração ao país, ter desaconselhado um desconfinamento antes da Páscoa, por “prudência” e “segurança”.