A unidade de Controlo Costeiro da Guarda Nacional Republicana (GNR) apreendeu ontem e hoje, 05 e 06 de fevereiro, 23 lampreias-marinhas e duas embarcações de recreio nos rios Lima e Cávado. Sete indivíduos foram identificados.

Em comunicado, fonte da GNR explica que “foram fiscalizadas diversas embarcações, tendo sido identificados sete indivíduos, com idades compreendidas entre os 30 e 65 anos, que se encontravam a exercer pesca da lampreia-marinha a bordo de embarcações de recreio, com recurso à arte de pesca denominada “bicheiro”, sem que fossem possuidores de licença de pesca profissional. A captura e retenção da lampreia-marinha é proibida na pesca lúdica, sendo apenas autorizada na pesca profissional. Além disso, é proibida a pesca lúdica a bordo de embarcações desde o pôr ao nascer do sol. No decorrer das diligências policiais foram também apreendidas duas embarcações, três redes de tresmalho e dois auxiliares de pesca denominados “bicheiros”.”

Na operação foram elaborados “autos de contraordenação, sendo que o valor das coimas podem atingir o valor de 50 mil euros”.

“O pescado apreendido, por se encontrar em condições para consumo humano, foi entregue na lota de Viana do Castelo para ser submetido ao regime de primeira venda, mediante leilão”, informa fonte da GNR.