No dia 03 de março assinala-se o Dia Mundial da Vida Selvagem. Este ano, segundo o Centro de Monitorização e Interpretação Ambiental (CMIA) de Viana do Castelo o foco é nas “Florestas e meios de subsistência: sustentar as pessoas e preservar o planeta”.

Numa publicação de hoje, fonte do CMIA explica que no concelho de Viana do Castelo, “cerca de 58,9% da área é ocupada por espaços florestais, sendo o Monte Galeão um bom exemplo destes espaços naturais por conservar um carvalhal interessante com sub-bosque arbustivo bem desenvolvido”.

Neste espaço o Monte Galeão tem “espécies florísticas tão importantes como por exemplo o carvalho-alvarinho (Quercus robur), o sobreiro (Quercus suber) e o medronheiro (Arbutus unedo). Relativamente à fauna, podemos observar, entre outros, a fuinha (Martes foina), a borboleta-zebra (Iphiclides feisthamellii), a estrelinha-real (Regulus ignicapilla) e a lagartixa-de-Bocage (Podarcis bocagei)”.

“A função ecológica das florestas passa pela renovação do oxigénio atmosférico, proteção de campos e solos, regularização dos regimes hídricos, valorização da paisagem, oferta de espaços de lazer e recreio, sendo, igualmente, recursos naturais renováveis e espaços de elevada riqueza biológica. Os espaços florestais em Portugal representam cerca de dois terços do território nacional”, expressa fonte do CMIA.