A Iniciativa Liberal formalizou no passado dia 31 de outubro, o Núcleo Territorial de Viana do Castelo em plenário fundador. Este plenário foi realizado virtualmente devido à pandemia da covid-19 e permitiu eleger o grupo coordenador local (GCL) e a mesa do plenário para os próximos dois anos, ambos por unanimidade.

Do grupo coordenador local fazem parte Maurício Antunes, Diogo Paixão, João Ferreira, Bruno Rocha e João Lima.  Relativamente à mesa do plenário, foram eleitos Maurico Antunes, João Ferreira e Bruno Rocha.

Segundo fonte do partido, o “núcleo espera iniciar um processo de escrutínio ao executivo socialista e contribuir para o desenvolvimento do Alto Minho, tornando a região mais independente das decisões levadas a cabo pela configuração centralista e bipartidária que define Portugal desde os anos 70”.

Com o lema “Fixar o Alto-Minho”, o grupo de coordenação compromete-se difundir a mensagem liberal nas comunidades locais e a incentivar a descentralização junto aos órgãos decisores da capital de forma a poder “fixar o Alto Minho no mapa de Portugal”. Movidos pela vontade de tornar Portugal mais liberal, o núcleo pretende fixar no território os jovens que tendem a o abandonar para áreas urbanas com mais oportunidades ou para países mais liberais e ainda desenvolver contactos com as Associações Empresariais, procurando conhecer as suas dificuldades, defendendo sempre a transparência e a liberdade social, económica e individual.

A Iniciativa Liberal continua assim a expansão da sua presença a nível nacional onde pretende ser cada vez mais uma voz ativa junto da comunidade, contribuindo para um Portugal mais liberal.