A prova de abertura do Campeonato de Portugal de Ralis vai assistir à estreia oficial de José Silva ao volante da mais recente versão do Ford Fiesta R2T, construído pela M-Sport. O piloto de Ponte de Lima quer terminar a dura prova nortenha e prosseguir a evolução nos duas Rodas Motrizes.

A paixão de José Silva pelos ralis começou muito cedo, ao ponto de chegar a faltar à escola para ir ver as estrelas do Rali de Portugal na sua terra-natal, Ponte de Lima. “Claro que quando chegava a casa tinha uma vassoura à minha espera”, recorda sobre as escapadelas na juventude para ir ver ralis. Depois de fazer carreira no mundo empresarial, José Silva pôde em 2018 concretizar o sonho de ser piloto, ao volante de um Peugeot 208 R2. Foi  nesse carro que disputou o Campeonato Norte de Ralis em 2019, num ano onde também pôde viver pela primeira vez as emoções de conduzir um Skoda Fabia R5, no Rali de Paredes e no RallySpirit.

 

Para 2020, aposta de José Silva passa pelo Ford Fiesta R2T, construído pela reputada estrutura da M-Sport e com o qual pretende disputar o Campeonato de Portugal de Ralis 2 Rodas Motrizes, integrado na estrutura da PT Racing. “O meu objetivo é continuar a evoluir como piloto nos duas Rodas Motrizes e apostei no Fiesta pela diferença. No teste que fiz com o carro percebi que é mais fácil de pilotar do que o Peugeot, talvez pelo binário do motor turbo, mas sei que terei passar por um processo de adaptação. Quero sobretudo terminar o Rali Serras de Fafe e Felgueiras, que será certamente uma prova demolidora para quem parte atrás dos R5 e WRC”, analisou José Silva, que será navegado pelo experiente José Janela.

O Rali Serras de Fafe e Felgueiras começou ontem com duas passagens pelo troço de Aboim/Monte (16,42 kms) e com a noturna Fafe Street Stage. Hoje, dia 29, estão programadas mais 10 classificativas de terra, que perfazem os 132,95 quilómetros cronometrados do evento.