A Infraestruturas de Portugal (IP) apontou hoje o final de março para a certificação da eletrificação do troço entre Viana do Castelo e Valença da Linha do Minho, onde vão circular comboios de tração elétrica, informou fonte da empresa.

“Até final de março, a Infraestruturas de Portugal espera ter a Linha do Minho certificada para a circulação comboios de tração elétrica. Fase de construção civil [de modernização e eletrificação] acabou no final de 2020, início de 2021, tendo sido iniciada, na quarta-feira a fase de testes”, afirmou a fonte da IP à Lusa.

A Infraestruturas de Portugal (IP) apontou hoje o final de março para a certificação da eletrificação do troço entre Viana do Castelo e Valença da Linha do Minho, onde vão circular comboios de tração elétrica, informou fonte da empresa.

Segundo a mesma fonte, “o teste realizado na quarta-feira correu bem e representou a primeira viagem de um comboio de tração elétrica entre Viana do Castelo e Espanha, tendo atravessado a fronteira, pela ponte de Valença“.
De acordo com a empresa Infraestruturas de Portugal, a conclusão da empreitada da eletrificação completa da Linha do Minho permite reduzir tempo de trajeto em consequência da utilização de comboios de tração elétrica e da eliminação do transbordo em Nine. Permitirá ainda o aumento da competitividade do transporte ferroviário de mercadorias, o aumento da capacidade de 15 comboios por dia para 20, com maior espaço.