O candidato do PS à Câmara de Viana do Castelo, Luís Nobre, apresentou hoje projetos concretos para resolver as necessidades de casa de mais de 2.500 pessoas ao longo do próximo mandato, garantindo ainda que serão apoiadas as cooperativas de habitação e os jovens, com incentivos à construção.

“Queremos alargar a oferta de habitação para fixar pessoas, desde logo com uma política concreta e já definida de construção a custos controlados e rendas acessíveis. Para isso, temos já identificados loteamentos com forte probabilidade de construção nas freguesias de Darque, Areosa e Alvarães”, anunciou Luís Nobre, que visitou hoje estes terrenos.

A implementação do programa “Habitação mais acessível” é uma das 48 medidas para os 48 meses do próximo mandato que constam do programa eleitoral da candidatura do PS à Câmara de Viana do Castelo.

“O mercado da habitação em Viana do Castelo tem uma forte procura, porque o concelho é atrativo, tem um dos mais altos níveis de qualidade de vida e de serviços do país e pleno emprego. Estes fatores geram muita procura e contribuem para as dificuldades que se sentem no mercado de habitação e que queremos resolver. É uma prioridade nossa para o mandato”, afirmou Luís Nobre, que coordenou a elaboração da Estratégia Local da Habitação.