Pela primeira vez em 248 anos, a festa de Nossa Senhora d’Agonia, que leva anualmente milhares de pessoas a Viana do Castelo, não se vai festejar nas ruas. Nesta edição, cujo lema é “Sentir as festas d’Agonia” e em que a festa será celebrada em formato digital, também o Estação Viana Shopping reforça este convite e apelo para se sentir as festas no coração.

Assim, durante todo o mês de agosto, o Estação Viana Shopping acolhe a exposição fotográfica Mater, do fotógrafo e designer vianense Rui Carvalho, que nasce no âmbito desta edição muito especial da Romaria mas também no âmbito do seu projeto Pulsar Viana – programa cultural do Estação Viana Shopping que desafia os artistas da região do Minho a usar o Centro Comercial enquanto palco.

Mater, que significa “mãe” e nos remete para a “mãe que cuida”, ou seja, para a Nossa Senhora d’Agonia, é uma homenagem e reconhecimento do fotógrafo aqueles a quem devemos a preservação desta tradição, geração após geração. Foi em 1772, com os homens do mar vindos da Galiza e de todo o litoral português, que nasceu a rainha das romarias, que ainda hoje é repetida, anualmente, na semana do dia 20 de agosto, feriado municipal.

A Romaria nasceu da fé e devoção dos pescadores de Viana do Castelo à sua padroeira e “não é só a devoção que as gentes da Ribeira de Viana do Castelo têm pela Senhora d’Agonia, é mais do que isso! É um carinho como de um filho que cuida da sua mãe, um respeito e uma devoção que se transformam em força e garra nos momentos mais difíceis”, afirma Rui Carvalho, o autor.