A 2º edição do evento que desafia os jovens chefs da região a mostrar as suas aptidões culinárias está de volta e acontece durante os dias 02 e 03 de maio na escola de hotelaria AESAcademy, em Vila Nova de Famalicão.

O concurso Minho Young Chef Awards 2019 (MYCA) está de volta para descobrir o talento dos jovens estudantes de gastronomia na região minhota. Cada participante irá preparar uma versão inovadora de um prato regional tradicional da região, utilizando variedades endógenas do mar, do rio ou da terra.

António Loureiro, a nova estrela Michelin, é o presidente do júri este ano, e o chef Renato Cunha o embaixador do MYCA 2019.

Pelo segundo ano consecutivo, Renato Cunha é o embaixador do MYCA 2019. O cozinheiro, enófilo, gastrónomo, docente e criativo irá avaliar os participantes. “A gastronomia é cada vez mais um serviço diferenciador para as regiões e uma forma de promover o desenvolvimento regional. Queremos instruir estes jovens a valorizar a produção e da diversidade dos produtos locais. É uma honra fazer parte deste projeto”, afirma o chef Renato Cunha.

A comida é muitas vezes um serviço diferenciador para as regiões e uma forma de apoiar o desenvolvimento regional. “Ao permitir que os jovens chefs aprendam sobre o valor da diversidade alimentar local e a distinção regional, esperamos inspirar futuros embaixadores para a herança gastronómica do Minho”, explica Rafael Oliveira, um dos responsáveis do evento.

Ao todo, estarão 12 concorrentes a participar no MYCA durante dias 02 e 03 de maio na escola de hotelaria AESAcademy, em Vila Nova de Famalicão.

Os 12 participantes vão executar os seus pratos tradicionais com produtos da região, reiventando-os.

O vencedor irá representar Portugal no evento internacional de todos os jovens chefes na Grécia.