A Guarda Nacional Republicana deteve ontem, em Monção, uma mulher de 67 anos por posse ilegal de arma. A ação decorreu, no âmbito,  de uma investigação por tráfico de estupefacientes que decorria há cerca de um ano.

Os militares da Guarda deram cumprimento a dois mandados de busca, uma domiciliária e uma em veículo, “onde foi detetada uma arma sem registo ou qualquer tipo de documentação”, refere fonte da GNR.

Foi apreendida uma uma espingarda de calibre 9 mm; munições de diversos calibres; uma balança de precisão e diversos objetos relacionados com o tráfico de estupefacientes.

A detida foi constituída arguida, e os factos foram remetidos para o Tribunal Judicial de Viana do Castelo.

A GNR relembra que, “de acordo com o Regime Jurídico das Armas e Munições, quem detiver arma não registada ou manifestada, quando obrigatório, constitui um crime de posse ilegal de arma”.