Viana celebrou ontem 174 anos de elevação a cidade e, apesar de adiadas as comemorações desta efeméride, o Município anunciou os 31 agraciados com os títulos honoríficos.

Catarina Alves de Oliveira, de Afife, astrónoma, receberá o título de Cidadã de Mérito “pelos relevantes serviços prestados à ciência e à investigação tecnológica”.

A trabalhar no Centro de Operações Científicas da Agência Espacial Europeia (ESA), em Espanha, Catarina Oliveira tem seu cargo a calibração de um dos quatro instrumentos do telescópio, o espectrógrafo NIRSpec, fornecido pela ESA.

O título de Cidadão de Honra foi atribuído ao antigo presidente da Administração Regional de Saúde do Norte (ARS-N) Alcindo Maciel Barbosa “pelos notáveis serviços de cidadania prestados à população enquanto médico”.

Com o mesmo título foi ainda distinguido Johan Jozef Willy Steven, “pelos notáveis serviços de cidadania e relevantes serviços prestados à economia vianense, à diplomacia, ao associativismo e à solidariedade social”.

Com o título Cidadão de Mérito foram distinguidas 11 personalidades. Para além da Catarina Oliveira temos o nome de Rui Teixeira, antigo presidente do Instituto Politécnico de Viana do Castelo.

Entre os 16 títulos de Instituição de Mérito atribuídos, foram distinguidas duas empresas centenárias, a farmácia Simões, fundada em 1881, e padaria e pastelaria das Neves, que iniciou a sua atividade em 1841.

Os agrupamentos de escuteiros de Areosa e Meadela, o Cyclones Atlético Clube, a ex-atleta Manuela Machado e a Associação de Filatelia e Colecionismo do Vale do Neiva também figuram entre as instituições distinguidas.

Como Cidadãos Honorários aparecem dois nomes, a título póstumo. Rui Manuel Dias Gomes, pelo “testemunho de cidadania e notáveis serviços prestados à população Vianense enquanto médico especialista no tratamento do cancro da mama”. E ainda Luís Alberto de Seixas Mourão “pelos relevantes serviços de cidadania e notáveis serviços prestados à cultura, enquanto ensaísta e investigador”.

A cerimónia de atribuição destes títulos foi adiada para fevereiro, devido à situação pandémica, mas ainda sem data agendada.