A neta de Pedro Homem de Mello inspirou-se no poema do avô “Havemos de ir a Viana” e elaborou alguns quadros que estarão expostos na Fundação do Crédito Agrícola, na Rua de Aveiro, de 14 de agosto a 27 de setembro.

Mariana Telles da Silva Homem de Mello nasceu no Porto no dia 03 de novembro de 1974, tendo vivido sempre em Lisboa.

Em 1992 frequentou o curso de Desenho da Sociedade Nacional de Belas-Artes de Lisboa e, uns anos mais tarde, em 2008, frequentou um curso de Pintura com a pintora Isabel Contreras Botelho.

Segundo a informação no site da artista, Mariana “pinta e desenha desde sempre. A sua pintura foi, durante os primeiros anos, figurativa e expressionista. Em 2015 iniciou uma nova fase, abstracta, com trabalhos que, em mente, não apresentam nenhuma estética pré-concebida, criando subconscientemente a sua pintura em camadas através de gestos espontâneos e expressivos”.

“Os seus quadros encontram-se em colecções particulares em vários países. Está representada na Saatchi Gallery, em Londres e na Artmajeur, em França”, lê-se no site: https://mariana-homem-de-mello.webnode.pt/sobre-mim/.

Sendo uma pessoa criativa, nunca teve a necessidade de se concentrar num método específico, mas numa variedade de técnicas, materiais e abordagens através da inspiração.

Utiliza vários tipos de materiais como o acrílico, óleo, têmpera e carvão.