A Animar – Associação Portuguesa para o Desenvolvimento Local, a Fundação Friedrich Ebert Portugal e a Associação EcoGerminar, com o apoio do Instituto Marquês de Valle Flôr, lançam a iniciativa Academia de Ativismo, sob o mote “Da Inspiração à Ação”, que decorrerá entre 25 de junho e 10 de julho.

O principal objetivo da Academia de Ativismo, é consciencializar e formar jovens adultos para um ativismo e participação ativa nas suas comunidades, na defesa de causas locais e globais. Ao longo de duas semanas, foram recebidas 93 candidaturas para um total de 25 vagas, de jovens entre os 19 e 25 anos, de concelhos como Lisboa, Palmela, Santarém, Porto, Castelo Branco, Braga, Viana do Castelo, Paços de Ferreira, Marco de Canaveses, Lagos, Portimão, Sines e Estremoz.

O arranque da Academia de Ativismo, será feito através de uma sessão pública, em formato online, no dia 25 de junho, a partir das 17h30, para debater o tema “O Mundo que temos e o Mundo que queremos – Ações e Vozes de Alerta”.

Como orador@s irão participar Marco Domingues da Associação Animar, Reinhard Naumann da Fundação Friedrich Ebert Portugal e Zélia Duarte da EcoGerminar com moderação de Mónica Silva do Instituto Marquês de Valle Flôr.

Depois, seguir-se-á um debate moderado por Aline Flor, jornalista no Público, com Ana Santos Pinto da Faculdade de Ciências Sociais e Humanas – NOVA FCSH, Mónica Ferro do UNFPA – Fundo de População das Nações Unidas e Susana Fonseca da ZERO – Associação Sistema Terrestre Sustentável.

A sessão será transmitida em direto, na página da Academia de Ativismo, das 17h30 às 19h.

Esta é uma iniciativa que conta com o apoio do Corpo Europeu de Solidariedade e do Programa Operacional de Inclusão Social e Emprego do Portugal 2020, no âmbito do projeto Capacitar para Agir em Rede.

 

Poderá seguir este debate em: https://www.facebook.com/AcademiadeAtivismo e https://us02web.zoom.us/j/82765110091?pwd=SFA2NktUUTBCK3QvRE90MzByZlZaQT09