Olegário Gonçalves, de Arcos de Valdevez, é único candidato às eleições da distrital  do Partido Social Democrata. As eleições realizam-se amanhã, dia 24 de setembro.

“As eleições autárquicas e fortalecer o partido” são alguns dos objetivos a que se propõe o recandidato ao cargo de presidente da distrital.

O candidato e já vencedor diz que “queremos desde já criar condições para que o PSD venha a apresentar candidaturas que sirvam a região, mobilizando os militantes, atraindo novos e chamando até ao partido recursos humanos que possam acrescentar na ideia que temos de desenvolvimento para a região”.

“Neste mandato que agora termina demos todas as condições para que cada concelhia desenvolvesse o seu trabalho político. Queremos manter e reforçar esses apoios, neste novo mandato”, assinala.

Acrescentando ainda que pretende que a distrital esteja “preparada para ajudar o partido nacional num momento em que o Governo PS se tem revelado um flop autêntico, incapaz de dar respostas sérias ao país e que em poucos meses está tremendamente desgastado na opinião pública”, referiu Olegário Gonçalves.

Ao lugar de vice-presidentes concorrem José Alfredo Oliveira e Paulo Órfão. Alberto Vilas reocupa o cargo de tesoureiro, sendo que Sónia Prego será a secretária.

Luís Campos Ferreira encabeça a lista para a mesa da Assembleia Distrital, sendo acompanhado, na vice-presidência, por Liliana Silva.

A deputada Emília Cerqueira encabeça a lista ao Conselho de Jurisdição. E o deputado Jorge Mendes encabeça a lista à Comissão Distrital de Auditoria Financeira, onde surge também o deputado João Montenegro.