A deputada do PCP na Assembleia da República, Diana Ferreira, questionou a ministra do Trabalho, Solidariedade e Segurança Social sobre o fecho “ilegal da Camipão”, cuja sede é no lugar da cruz Velha, em Vila Praia de Âncora. Este encerramento provocou o despedimento de 60 trabalhadores.
Contraste

A deputada comunista pergunta se o Governo tem conhecimento da situação e como a analisa. Diana Ferreira quer saber “que medidas vai o Governo tomar no sentido de garantir que os direitos dos trabalhadores são integralmente respeitados?”.

Com o encerramento daquela empresa e o despedimento dos colaboradores, a deputada do PCP questiona sobre as medidas a tomar para “garantir o urgente pagamento do subsídio de desemprego aos trabalhadores afetados”.

Na exposição ao Governo, o grupo parlamentar do PCP dizia que “desde 2018 que se verificavam situações de incumprimento dos direitos laborais na Camipão, nomeadamente no atraso no pagamento de subsídios de férias e Natal e salários”.