Desde as 07h de hoje, dia 26 de março, a pesca nas pesqueiras a norte da Torre de Lapela, em Monção, está suspensa.

No dia 24 de março, a Capitania do Porto de Caminha publicou um edital, que exigia que “os patrões das pesqueiras (estruturas antigas, em pedra, existentes no rio), licenciadas para a pesca, terão até às 07h horas do dia 26 [quinta-feira] para recolher todas as suas artes de pesca, período a partir do qual a fiscalização procederá à sua apreensão”.

O capitão do Porto de Caminha, Pedro Costa, disse à rádio Vale do Minho que a atividade estava suspensa por “não se enquadrar nas medidas de exceção constantes do Decreto do Governo”, no âmbito do novo coronavírus (COVID-19), e alerta que o incumprimento daquelas decisões, “bem como a não observância das ordens legítimas da PM, poderá configurar o crime de desobediência”.

A pesca da lampreia naquelas estruturas de pedra milenares e instaladas ao longo do rio Minho teve início a 15 de fevereiro e iria prolongar-se até 21 de maio.