A Polícia Judiciária, através do núcleo de Braga, deteve um homem de 67 anos, suspeito de atear um fogo num edifício devoluto no concelho de Viana.

Os factos terão ocorrido no dia 09 de agosto, pelas 23h. O incêndio “doloso ocorreu numa casa devoluta, habitualmente utilizada por indivíduos indigentes e alcoólicos para pernoitar. Destruiu parte da casa em questão e provocou queimaduras de primeiro e segundo grau na face de um indivíduo que lá pernoitava e que foi retirado pelos bombeiros do interior da casa em chamas”, explica, em comunicado a PJ.

o incêndio só não tomou proporções maiores graças à “pronta intervenção dos Bombeiros de Viana do Castelo e o incêndio teria destruído totalmente a casa onde se iniciou e propagado às casas contíguas, bem como provocado a morte da vítima, que se encontrava alcoolizada e sem qualquer capacidade de reação”.

O presumível autor dos factos terá agido num quadro de vingança perante a vítima, e na sequência de um desentendimento entre ambos.

Para a ignição do incêndio, foi utilizado um líquido altamente inflamável, acelerante de combustão, que foi derramado no interior da casa e no quarto onde a vítima dormia.

O detido vai ser presente às autoridades judiciárias competentes, para primeiro interrogatório de arguido detido e aplicação de medidas de coação.