A Polícia Judiciária (PJ) de Braga deteve ontem, dia 05 de junho, quatro bancários de Viana do Castelo e Ponte de Lima “fortemente indiciados pela autoria de crimes de burla qualificada, associação criminosa, falsificação de documentos e abuso de confiança”.

Em comunicado, a PJ explica que os detidos tem idades compreendidas entre os 37 e os 55 anos. Ao longo dos anos, os detidos terão desenvolvido a atividade de promoção bancária ” a coberto da qual terão praticado os crimes imputados, causando prejuízos a clientes do banco que ascendem a mais de um milhão e seiscentos mil euros”.

Foram realizadas 13 buscas, que resultou a apreensão de seis viaturas de gama alta, dinheiro e “vasta” prova documental e digital.

Os detidos vão ser presentes a primeiro interrogatório judicial para aplicação das medidas de coação tidas por adequadas.