A partir das 20h de amanhã, sexta-feira, dia 16 de outubro, o tabuleiro rodoviário da ponte Eiffel vai estar encerrado. Em causa estão obras de “manutenção das juntas de dilatação”. A reabertura prevê-se que aconteça às 24h de sábado, dia 17 de outubro.

A autarquia anunciou que “tendo em consideração a localização da empreitada e dimensão da ponte, por motivos de segurança e qualidade dos trabalhos a executar, é necessário efetuar ao corte total da ponte, com implantação de percursos alternativos”.

Reconhecida como património da cidade, a Ponte Eiffel constitui uma notável obra de engenharia e um belo exemplar da arquitetura do ferro do século XIX, sendo hoje um ex-libris da cidade de Viana do Castelo.

A estrutura, criada pelo engenheiro Gustave Eiffel, é um símbolo da arquitetura do ferro em Portugal, mede cerca de 645 metros de comprimento e foi considerada, na altura, uma obra monumental. É composta por dois tabuleiros metálicos, sendo o superior rodoviário, para trânsito automóvel e pedestre, e o inferior ferroviário, que tem uma extensão de 562 metros e 8 metros de largura. Inaugurada em 1878, a ponte metálica sobre o Rio Lima foi desenhada pela Casa Eiffel de Paris e substituiu a ponte em madeira que ligava o então terreiro de São Bento à margem esquerda do rio Lima, junto à capela de São Lourenço, na freguesia de Darque.