A lei é clara: até 15 de março, todos os proprietários de terrenos localizados em espaços rurais são responsáveis pela limpeza do mato junto a casas, aldeias e estradas.

E é também a lei que garante: quem não o fizer arrisca o pagamento de coimas por incumprimento, que variam entre 280 e 120 mil euros. Para evitar as multas, o melhor mesmo é cumprir o que manda a lei. Tarefa com a qual os portugueses terão que gastar entre 250 e 1.000 euros por hectare.

No ano passado, mais de oito mil (cerca de 23 por dia) e de acordo com as contas da Guarda Nacional Republicana (GNR), foram alvos de autos de notícia por contraordenação devido à falta de limpeza dos terrenos florestais.