O prémio Jean Loup Passek, promovido pelo MDOC – Festival Internacional de Documentário de Melgaço, abre pela primeira vez em 2021 um concurso de cartazes de filmes, além da competição internacional de documentários cinematográficos. Na competição de cartazes são aceites trabalhos originais criados para um filme documentário, de animação ou de ficção, de curta, média ou longa-metragem, com produção portuguesa ou galega, cujo filme tenha data de produção posterior a 01 de janeiro de 2018.

Os cartazes submetidos a concurso serão avaliados por um júri próprio que na edição de 2021 é presidido pela designer, artista e Diretora do Mestrado em Ilustração e Animação do IPCA Paula Tavares e constituído também pelo ilustrador multipremiado Jorge Silva e pelo artista visual Marcos Covelo.

A data limite para inscrição de cartazes é o dia 30 de abril de 2021 e o Prémio Jean Loup Passek para o melhor cartaz de cinema tem o valor de 2.000 euros (dois mil euros), atribuído ao designer autor do cartaz.

O prémio Jean Loup Passek foi assim batizado em homenagem ao escritor e crítico de cinema francês, que escolheu Melgaço como uma segunda casa e que doou o seu espólio ao município. O festival MDOC é organizado pela  AO NORTE – Associação de Produção e Animação Audiovisual em parceria com a Câmara Municipal de Melgaço, que pretende promover e divulgar o documentário e refletir sobre identidade, memória e fronteira. A edição 2021 do festival vai decorrer de 02 a 08 de agosto.