No âmbito do Projeto “Verão Com Ciência”, o Instituto Politécnico de Viana do Castelo viu aprovado o Plano de Formação “Renovação de Coberturas Revestidas a Amianto em Edifícios Escolares – Soluções Pró-Sustentabilidade Ambiental”.

Em 2018, o Politécnico de Viana do Castelo apresentou candidatura aos avisos POSEUR-03-2018-07 destinados à promoção da eficiência energética nos edifícios da Administração Pública Central, financiado pelo Programa Operacional Sustentabilidade e Eficiência no Uso de Recursos (POSEUR).

O projeto EcoIPVC@ESTG encontra-se atualmente em execução na Escola Superior de Tecnologia e Gestão do IPVC, e prevê a remoção da cobertura original do edifício em fibrocimento com amianto (asbestos), numa área superior a 5300m2, com aplicação posterior de solução de revestimento sustentável.

A formação proposta, e agora aprovada no âmbito das Academias de Verão, envolve uma “componente teórico-prática” com 60 horas de lecionação, repartida por 30 sessões com 2 horas lecionadas em contexto de sala de aula. Na sequência da formação teórico-prática, está prevista a realização de “oficinas de formação” prática, a desenvolver no terreno, num contexto de aprendizagem in situ, procurando proporcionar aos formandos a experiência de aprendizagem num “laboratório vivo”, em condições estrita segurança.

Esta modalidade está centrada nas práticas de formação no terreno que possibilitem a transferência da aprendizagem relacionadas com a reabilitação ambiental de coberturas revestida a fibrocimento com amianto. A duração das “oficinas de formação” será de 60 horas, repartidas por 30 sessões com duas horas de formação diária.

Em suma, o Plano de Formação prevê uma duração total de formação de 120 horas, repartidas equitativamente por uma “componente teórico-prática” e por “oficinas de formação”.

Os destinatários da formação são 15 estudantes do IPVC que reúnam as condições para ser bolseiros de iniciação à investigação ou de investigação, assim como os estudantes bolseiros da ação social escolar.

O programa “Verão Com Ciência” pretende estimular “Escolas de Verão” em Politécnicos e Universidades através de iniciativas integradas de I&D e formação superior

No âmbito do Programa de Estabilização Económica e Social (PEES) na sequência da pandemia de COVID-19, e tendo em vista a valorização da capacidade científica, tecnológica e académica existente em Portugal e a sua relação com a sociedade, a Fundação para a Ciência e a Tecnologia (FCT), em colaboração com a Direção Geral do Ensino Superior (DGES), atribuiu um apoio especial, “Verão Com Ciência”, a iniciativas integradas de I&D e formação superior que contribuam para o processo de estabilização económica e social através de qualificação superior a desenvolver no Verão de 2020, entre 01 de julho e 30 de outubro de 2020.

O programa “Verão Com Ciência” pretende estimular “Escolas de Verão” em Politécnicos e Universidades através de iniciativas integradas de I&D e formação superior, exclusivamente presenciais, incluindo estágios de investigação em unidades de I&D e/ou instituições públicas ou privadas, incluindo:

-Novos apoios da FCT, para bolsas de I&D para atividades presenciais de formação e investigação em Politécnicos e Universidades de estudantes e jovens em estreita articulação com unidades de I&D e com a possibilidade de estágios em instituições públicas ou privadas;

-Extensão pela DGES, sob a forma de auxílio, das bolsas de ação social escolar, ativas em 2019/20, para atividades presenciais de formação e investigação dos bolseiros em Politécnicos e Universidades, em estreita articulação com unidades de I&D e/ou com a possibilidade de estágios em instituições públicas ou privadas.

Este apoio especial “Verão Com Ciência” foi desenhado com um período curto de candidatura, de 16 de junho a 26 de junho, com a possibilidade de implementação e o apoio a despesas elegíveis entre 01 de julho e 30 de outubro de 2020.

Os projetos contribuem para atividades de formação e I&D a desenvolver presencialmente com estudantes, docentes e investigadores, incluindo soluções inovadoras associadas ao Programa de Estabilização Económica e Social.