A Autoridade Nacional de Emergência e Proteção Civil (ANEPC) alerta a população para o perigo de incêndios rurais previsto para os próximos dias devido ao tempo quente e seco, associado às temperaturas máximas acima da média para a época.

Em comunicado, fonte da ANEPC explica que os índices de risco de incêndio “vão estar elevados a muito elevados, em especial no interior Norte, Centro e na região Sul (Baixo Alentejo e Algarve), a agravar progressivamente nos próximos dias“, o que representa condições favoráveis à eventual ocorrência e propagação de incêndios rurais.

Fonte do organismo explica que é proibido fazer queimada extensiva sem autorização (da Proteção Civil Municipal/Câmara Municipal). Nos dias de risco de incêndio “Muito Elevado” e “Máximo” é proibido fazer queima de amontoados sem a respetiva autorização ou comunicação prévia.

O uso de fogareiros e grelhadores em todo o espaço rural é também proibido, “salvo se usados fora das zonas críticas e nos locais devidamente autorizados para o efeito“. A fumigação ou desinfeção em apiários é proibida, “exceto se os fumigadores tiverem dispositivos de retenção de faúlhas“.

A ANEPC recomenda a adequação dos comportamentos e atitudes face à situação de perigo de incêndio rural, nomeadamente com a adoção das necessárias medidas de prevenção e precaução, de acordo com a legislação em vigor, e tendo especial atenção à evolução do perigo de incêndio neste período.