A  Autoridade Nacional de Emergência e Proteção Civil (ANEPC) emitiu ontem um alerta para o mau tempo previsto para os próximos dias, com chuvas fortes, trovoadas e possibilidade de cheias.

Segundo fonte da ANEPC prevê-se “aguaceiros, por vezes fortes, acompanhados de trovoada, em especial no litoral oeste e Algarve, estendendo-se gradualmente às restantes regiões a partir da tarde; probabilidade de fenómenos extremos de vento”.

Para além deste alerta, a ANEPC acrescenta recomendações para:

  • Piso rodoviário escorregadio e eventual formação de lençóis de água;
  • Possibilidade de cheias rápidas em meio urbano, por acumulação de águas pluviais ou insuficiências dos sistemas de drenagem;
  • Possibilidade de inundação por transbordo de linhas de água nas zonas historicamente mais vulneráveis;
  • Inundações de estruturas urbanas subterrâneas com deficiências de drenagem;
  • Danos em estruturas montadas ou suspensas;
  • Dificuldades de drenagem em sistemas urbanos, nomeadamente as verificadas em períodos de preia-mar, podendo causar inundações nos locais historicamente mais vulneráveis;
  • Possibilidade de queda de ramos ou árvores devido ao vento mais forte;
  • Possíveis acidentes na orla costeira.

Assim, fonte da ANEPC recomenda: 

  • Garantir a desobstrução dos sistemas de escoamento das águas pluviais e retirada de inertes e outros objetos que possam ser arrastados ou criem obstáculos ao livre escoamento das águas;
  • Adotar uma condução defensiva, reduzindo a velocidade e tendo especial cuidado com a possível acumulação de neve e formação de lençóis de água nas vias;
  • Não atravessar zonas inundadas, de modo a precaver o arrastamento de pessoas ou viaturas para buracos no pavimento ou caixas de esgoto abertas;
  • Garantir uma adequada fixação de estruturas soltas, nomeadamente, andaimes, placards e outras estruturas suspensas;
  • Ter especial cuidado na circulação e permanência junto de áreas arborizadas, estando atento para a possibilidade de queda de ramos e árvores, em virtude de vento mais forte;
  • Ter especial cuidado na circulação junto da orla costeira e zonas ribeirinhas historicamente mais vulneráveis;
  • Estar atento às informações da meteorologia e às indicações da Proteção Civil e Forças de Segurança.

Depois deste domingo à noite ter colocado o Alto Minho sob aviso amarelo devido à chuva e trovoada até terça-feira, o IPMA prolongou o alerta por mais 24 horas. Vai estar em vigor até às 12h de quarta-feira.

“Há ainda condições para a ocorrência de trovoadas frequentes e fenómenos extremos de vento muito localizados”, refere o IPMA apontando que o cenário “deverá ser mais severo nos dias 14 [terça-feira] e 15 [quarta-feira]”.