Oito mil artigos pirotécnicos foram apreendidos em duas lojas de Caminha e Monção. A infração foi detetada pela Polícia de Segurança Pública, que anunciou, em comunicado, a operação no âmbito “Carnaval em Segurança” da PSP, iniciada na segunda-feira e que termina no próximo dia 25.

O Comando distrital da Polícia de Segurança Pública de Viana do Castelo explicou, na informação enviada às Redações,  que um dos estabelecimentos onde foram apreendidas as “bombas de Carnaval” localiza-se “muito próximo de um estabelecimento de ensino”.

“Durante esta época festiva crianças e jovens são tentados a adquirir bombas de Carnaval, desconhecendo os perigos associados ao seu uso”, salientam.

O Comando da PSP de Viana do Castelo deixa alguns conselhos à população:

 

  • Não comprar, aceitar ou tentar fazer bombinhas de Carnaval;
  • Não transportar bombinhas de Carnaval;
  • Afastar-se das brincadeiras com bombas de Carnaval;
  • Se encontrar algum destes objetos, afastar-se e alertar um responsável da Escola ou um Polícia.

A operação foi executada pela equipa de fiscalização do núcleo de armas e explosivos, no âmbito da Operação Polícia Sempre Presente – Carnaval em Segurança 2020.