De segunda-feira até hoje, dia 02 de dezembro, o Alto Minho registou mais quatro mortes provocadas pela covid-19. O número de óbitos centra-se, agora, nos 104. Este número consta do relatório epidemiológico da Unidade Local de Saúde do Alto Minho (ULSAM).

Os números totais de infetados de covid-19 no Alto Minho diminuíram ligeiramente, com o concelho de Caminha a registar a maior descida, com diminuição de 47 casos ativos, situando atualmente nos 164 caminhenses infetados com covid-19.

O concelho de Viana do Castelo é o que regista maior número de casos, tendo 677 casos ativos. Segue-se Ponte de Lima com 437 casos positivos. Valença é atualmente o único concelho de risco “extremamente elevado”, com 223 infetados.

Arcos de Valdevez tem atualmente 164 casos ativos. Monção mantém os mesmos 107. Ponte da Barca, 75. Vila Nova de Cerveira, 44. Melgaço, 41 e Paredes de Coura, 28. No total, estão 1960 altominhotos infetados com covid-19.

Desde o início da pandemia registaram-se 4832 infetados, tendo 2768 sido curados.