Os habitantes de Barroselas e Carvoeiro deram a vitória à desagregação da União de Freguesias, mas o parecer não é vinculativo, porque só houve 924 voto e contra 115. Votaram apenas cerca de 23% dos eleitores.

Segundo dados avançados à agência Lusa pelo presidente da União de Freguesias de Barroselas e Carvoeiro, Rui Sousa, dos 4682 eleitores inscritos para votar nas sete mesas de votos instaladas nas duas localidades, 1048 exerceram o seu direito de voto, cerca de 22,38%. O referendo só seria vinculativo se tivessem votado mais de 50% dos eleitores

“Concorda com a separação da União das Freguesias de Barroselas e Carvoeiro?”, foi a pergunta aprovada, em 30 de Maio, pela Assembleia de Freguesia da União das Freguesias de Barroselas e Carvoeiro e a que esta segunda-feira os eleitores das duas freguesias responderam nas cinco mesas de voto instaladas em Barroselas e em duas colocadas em Carvoeiro